segunda-feira, agosto 04, 2014

GRANJA GUARANI TERÁ ECOPONTO E REFORÇO NA COLETA SELETIVA DE LIXO

 Objetos e móveis que não têm mais utilidade na comunidade da Granja Guarani terão um destino certo muito em breve. A criação de um Ecoponto exclusivo para a coleta de materiais recicláveis foi discutida em reunião do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) com a AMAGG-Associação de Moradores da Granja Guarani na última sexta-feira. Na reunião, também foram definidas outras metas a serem alcançadas que com ações de proteção ambiental no bairro.

De acordo com o presidente da AMAGG, Armindo Coelho, a intenção de criar um Ecoponto no Bairro é para que a associação possa ter o controle de todos os materiais que poluem o ambiente e dar o destino correto a eles. “Agora vamos ter um Ecoponto apenas para inservíveis. Esperamos que a população seja consciente e não jogue mais móveis e eletrodomésticos nos rios e terrenos baldios”, afirmou o presidente, lembrando que o ponto de coleta será instalado ao lado da caçamba de lixo no Largo do Machadinho, localizado na entrada do bairro.


A Professora Vivian Telles Pain, Engenheira Ambiental da Prefeitura de Teresópolis, também integrante do Condema, compreende que este projeto é de fundamental importância para a preservação do meio ambiente no bairro. “Cabe agora à população ser parceira e utilizar os pontos de coleta”, disse Vivian. O Diretor de Obras da AMAGG, Magal Lercy, lembra que a associação já é parceira dos projetos ambientais no município, com a participação do Diretor da David Miller que está elaborando palestras de educação ambiental na escola do bairro. “Esse espaço vai acabar com o lixão e a população poderá trazer todos os seus resíduos, inclusive da construção civil, e materiais recicláveis. Além disso, trataremos do meio ambiente e serão proporcionadas melhores condições de trabalho para os carroceiros”, disse Magal.
A AMAGG aguarda a aprovação de recursos de R$ 50 mil para aquisição do Ecoponto e um veículo a ser utilizado na coleta dos resíduos. Esse veículo deverá ser um caminhão de pequeno porte capaz de acessar ruas estreitas do bairro onde o caminhão normal de coleta não circula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário