terça-feira, maio 06, 2014

RESTAURO DO MIRANTE DA GRANJA GUARANI SAINDO DO PAPEL

   Paulo Vidal,presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), veio à Teresópolis para conhecer o Mirante da Granja Guarani. A visita foi acompanhada pela promotora de Interesses Difusos de Teresópolis, Anayza Malhardes, pelo subsecretário de Cultura de Teresópolis, Arnaldo Almeida, pelo historiador Wanderley Peres e pelo presidente da Associação de Moradores da Granja Guarani, Armindo Coelho.,  na manhã desta terça (6). A boa notícia é que ainda nesta semana o terreno onde está localizado o Quiosque já estará sendo preparado para o início do restauro do monumento turístico e cultural. 
   A direção da AMAGG, que há mais de 10 luta pelo restauro do "Carramanchão", está comemorando o momento e considera que, agora efetivamente, o Poder Público está dando mostras de que a necessária recuperação do patrimônio vai sair do papel. Da mesma fora, a Associação de Moradores e Amigos da Granja Guarani está vendo com bons olhos a boa recepção da ideia lançada pelo ex-secretário Wanderley Peres e que pode resultar na construção de uma estrutura cultural ao lado do Mirante.
"Esse é um sonho que estamos vendo se tornar realidade. desta vez, unimos a boa vontade de homens públicos com o desejo da comunidade do nosso bairro que foi até as últimas consequências para que chegássemos neste momento. O resultado é que quem ganha é o município pela possibilidade concreta de termos de volta um ponto turístico de beleza ímpar e por preservarmos nossa memória "Comenta o Diretor Magal

"Fiquei muito contente com esta reunião no MIRANTE DA GRANJA GUARANI, com a presença das mais fortes autoridades no assunto sobre a restauração, ouvi diretamente do Presidente do INEPAC, que muito maios muito em breve será iniciada a obra. Mais emocionado fiquei com a garra e a vontade de ver esta obra pronta, da nossa Promotora de Justiça Dra. ANAIZA MALHARDES, e do nosso antigo Secretário de Cultura o WANDERLEY PERES, deram  várias e várias amostras de amor não só ao Mirante mais a toda Teresopolis, pessoas assim mostram que o crescimento da cidade não está só no trabalho do dia a dia, mas corre no sangue o amor a terra, meus parabéns, não só da diretoria da AMAGG, mas de toda a Comunidade da Granja Guarani, agora temos certeza que este MARCO DA CULTURA de Teresopolis será restaurado, e também um anexo que irá valorizar ainda mais o nosso sonhado MIRANTE..", avaliou o presidente da AMAGG, Armindo Coelho.
Inspeção contou com participação do MP e agentes culturais de Teresópolis
A recuperação do Quiosque das Lendas na Granja Guarani ganhou mais um importante capítulo nesta segunda-feira, dia 5 de maio. Paulo Vidal, presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), veio à Teresópolis para conhecer pessoalmente a atração, antes só vista em fotografias e relatórios. A visita foi acompanhada pela promotora de Interesses Difusos de Teresópolis, Anayza Malhardes, pelo subsecretário de Cultura de Teresópolis, Arnaldo Almeida, pelo historiador Wanderley Peres e pelo presidente da Associação de Moradores da Granja Guarani, Armindo Coelho.
Depois de ver de perto a estrutura do monumento, Paulo conversou com os demais representantes presentes e falou sobre os processos que circundam a possível restauração. Ele confirmou que esse foi seu primeiro contato presencial com o local. “Minha vinda aqui foi muito importante. Pelas fotografias eu tinha uma ideia e achava que os painéis de azulejo estariam piores do que estão na realidade. Acho que a recuperação destes painéis é o elemento principal em termos artísticos e eles são passíveis de recuperação. Penso que vamos conseguir um excelente resultado”, analisa Vidal. O representante disse também ter sido surpreendido pela paisagem que presenciou. “Eu não tinha ideia dessas vistas do mirante, sua localização e visão geral desta natureza que vocês têm em Teresópolis. É um lugar fantástico e acho que a recuperação vai criar um ponto de visitação para a cidade. Creio que em pouco tempo vamos ter esse espaço recuperado”, avalia.
Paulo Vidal confere de perto os danos que a degradação e o vandalismo provocaram nos azulejos do Mirante da Granja Guarani
Paulo Vidal confere de perto os danos que a degradação e o vandalismo provocaram nos azulejos do Mirante da Granja Guarani
Liberação de verbas
De acordo com o presidente do Inepac, a instabilidade administrativa que caiu sobre a cidade nos últimos períodos pode ter sido um motivo de atravancar



o processo de restauração do Mirante. “Estamos tentando liberar as verbas. O processo acabou se arrastando durante várias administrações. Tivemos mudanças na prefeitura e só agora alcançamos uma solução na questão da propriedade, o que era um impedimento anterior”, confirma. “Do ponto de vista do estado, que assumiu o ônibus de fazer a restauração, o que realmente impedia era a titularidade, porque o Estado Brasileiro não pode alocar recursos em um bem privado. Por mais que tivesse uma decisão judicial, o Registro do Imóvel não estava em nome de um ente público”, explica.
Segundo Paulo, a verba antes liberada para a recuperação acabou retornando para o orçamento da Cultura. O fato de o dinheiro não ter sido usado em 2011, 2012 e 2013 provocou isso. “Estamos atuando para que esses recursos venham para que possamos fazer a recuperação. Em paralelo a isso estamos iniciando procedimento para captação dos recursos para fazer a parte artística”, detalha. Segundo Vidal, a obra deverá de restauração deverá ser dividida em duas partes distintas, sendo a primeira com a obra civil, feita pelo Governo do Estado e a outra, na restauração da azulejaria, que poderá ser feita com captação de recursos através de leis de incentivo.
Atenta a todos os detalhes da visita a solícita a cada pedido de informação, a promotora Anayza Malhardes comemora mais um estágio vencido na luta pela restauração. “Na realidade o Mirante é o objeto de uma Ação Civil Pública antiga, uma luta de mais de dez anos do MP para o restauro dessa área. Nos autos dessa ação houve um acordo em que foi inserido o Inepac, o município e o ex-proprietário. Essa área foi transferida para o município e agora temos o Inepac como parceiro, já que é quem fiscaliza os bens tombados pelo Serviço Cultural do Estado”, detalha.
Fonte:Net Diário, Cesar Rodrigues Fotos Magal.

Um comentário:

  1. ARMINDO COELHO PRESIDENTE DA AMAGG6.5.14

    Fiquei muito contente com esta reunião no MIRANTE DA GRANJA GUARANI, com a presença das mais fortes autoridaes no assunto sobre a restauração, ouvi diretamente do Presidente do INEPAC, que muito maios muito em breve será iniciada a obra. Mais emocionada fiquei com a garra e a vontadde de ver esta obra pronta, da nossa Promotora de Justiça Dra. ANAIZA MALHARDES, e do nosso antigo Secretário de Cultura o WANDERLEY PERES, deram um várias e várias amostras de amor não só ao Mirante mais a toda Teresopolis, pessoas assim mostram que o crescimento da cidade não está só no trabalho do dia a dia, mas corre no sangue o amor a terra, meus parabéns, não só da diretoria da AMAGG, mas de toda a Comunidade da Granja Guarani, agora temos certeza que este MARCO DA CULTURA de Teresopolis será restaurado, e também um anexo que irá valorizar ainda mais o nosso sonhado MIRANTE..

    ResponderExcluir