quinta-feira, agosto 22, 2013

PSF DA GRANJA GUARANI GANHA MAIS 6 AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

O Posto de Saúde da Família (PSF) da Granja Guarani vai receber o reforço de mais seis Agentes Comunitários de Saúde, aprovados recentemente em concurso público. A lista dos aprovados pode ser conferida neste endereço eletrônico (http://www.feso.br/pdf/concursos/RESULTADOS.pdf). Os novos agentes estão entregando suas documentações nesta quinta-feira na FESO e, provavelmente, devem começar a trabalhar na próxima semana. Entre os aprovados está a nossa companheira e diretora da AMAGG Geizilane Natálio. Parabenizamos nossa amiga que muito se esforçou para passar neste concurso, e, será de extrema valia no serviço, uma vez que é profunda conhecedora dos problemas sociais da Granja Guarani e da Pedreira.
De acordo com informe do Governo Federal, o  Agente Comunitário de Saúde é capacitado para reunir informações de saúde sobre uma comunidade. Na concepção inicial, deveria ser um dos moradores daquela rua, daquele bairro, daquela região, selecionados por um bom relacionamento com seus vizinhos e condição de dedicar oito horas por dia ao trabalho de ACS. Orientado por supervisor (profissional enfermeiro ou médico) da unidade de saúde, realiza visitas domiciliares na área de abrangência da sua unidade, produzindo informações capazes de dimensionar os principais problemas de saúde de sua comunidade.
Confira abaixo algumas das principais ações desenvolvidas com apoio dos Agentes Comunitários de Saúde:
- Estimular continuamente a organização comunitária;
- Participar da vida da comunidade principalmente através das organizações, estimulando a discussão das questões relativas à melhoria de vida da população;
- Fortalecer elos de ligação entre a comunidade e os serviços de saúde;
- Coletar dados sobre aspectos sociais, econômicos, sanitários e culturais.
- Informar aos demais membros da equipe de saúde da disponibilidade necessidades e dinâmica social da comunidade;
- Orientar a comunidade para utilização adequada dos serviços de saúde;
- Registrar nascimentos, doenças de notificação compulsória e de vigilância epidemiológica e óbitos ocorridos;
- Cadastrar todas as famílias da sua área de abrangência;
- Identificar e registrar todas as gestantes e crianças de 0 a 6 anos de sua área de abrangência, através de visitas domiciliares;
- Atuar integrando as instituições governamentais e não – governamentais, grupos de associações da comunidade (parteiras, clube de mães, etc.);
- Executar dentro do seu nível de competência, ações e atividades básicas de saúde:
-Acompanhamento de gestantes e nutrizes.
-Incentivo ao aleitamento materno.
-Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança.
-Garantia do cumprimento do calendário da vacinação e de outras vacinas que se fizerem necessárias.
-Controle das doenças diarréicas.
-Controle da Infecção Respiratória Aguda (IRA).
-Orientação quanto a alternativas alimentares.
-Utilização da medicina popular.

-Promoção das ações de saneamento e melhoria do meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário