sexta-feira, julho 19, 2013

AMAGG RESGATA LIVROS EM BOM ESTADO QUE FORAM JOGADOS NO LIXO

A direção da AMAGG – Associação de Moradores e Amigos da Granja Guarani e integrantes da comunidade tiveram uma surpresa na noite da ontem ao passar na Praça do Largo do Machadinho, onde também está instalado um ponto de coleta de resíduos. Junto aoS materiais que iriam ser recolhidos pelo caminhão do lixo foram encontradas dezenas de livros em perfeito estado de conservação. Imediatamente as publicações foram recolhidas e, algumas delas, distribuídas para moradores que passavam pelo local e que ficaram muito felizes com o inesperado presente.
A maioria dos livros, contudo, foi guardada e será entregue para compor a biblioteca da escola Municipal Sylvio do Amaral. Havia no local material didático escolar como atlas, e ainda publicações como um livro de Paulo Coelho, que não costuma ser barato nas livrarias, além de histórias em quadrinhos e até edições de entretenimento, como um jogo de xadrez.
O encontro destas publicações no lixo serve de alerta para a comunidade. A AMAGG solicita a todos os moradores que, caso queiram se desfazer de alguma publicação em bom estado, que não joguem fora. Façam um contato com a associação que a AMAGG se encarrega de dar uma destinação bem mais ao útil ao livro, seja como doação para a própria comunidade ou para inclusão na biblioteca da escolinha do bairro.

A direção da AMAGG lembra uma frase célebre do grande escritor Monteiro Lobato: “UM PAÍS SE FAZ COMO HOMENS E LIVROS”.  Leonardo Calazans, diretor de Comunicação da associação desconfia que quem jogou os livros fora não seja morador do bairro. “Temos diretores da AMAGG instalados ao lado do Largo do Machadinho. A quantidade de livros era considerável, então, perceberíamos o volume nas mãos de alguém. Provavelmente o descarte foi feito por alguém de carro. De toda forma, foi um belo presente que será muito útil para a comunidade e para a escolinha do bairro. Mas, não devemos nunca jogar um livro em bom estado no lixo”, frisou Leonardo. 

Um comentário:

  1. Anônimo22.7.13

    parece que os livros estavam em sacos. Não foi um presente????

    ResponderExcluir