domingo, maio 19, 2013

A GRANJA GUARANI CONVIDA A GRANJA GUARANI



  A Granja Guarani é a bola da vez, “o bairro em voga”, como vem sendo chamado por setores da imprensa nos últimos meses. E, pelo jeito, vai continuar assim, por muito tempo. Nesta semana recebemos um recado, via blog da AMAGG, do deputado Edson Albertassi, em que o parlamentar nos avisa que, por sua livre iniciativa, vai propor na Alerj – Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, que a AMAGG seja declarada de utilidade pública. O parlamentar ficou impressionado com as ações da AMAGG, notadamente nossa luta pelo restauro do Mirante da Granja Guarani.
Agradecemos antecipadamente ao deputado, mas, olhamos para o próprio umbigo, no nosso caso para o nosso bairro, e ainda não estamos totalmente contentes com a mobilização de seus moradores, que pretendemos seja ainda muito maior.
Vou explicar melhor: temos pelo menos 02 (duas) Granja Guarani dentro da Granja Guarani. A primeira delas você acessa, logo após o pórtico de entrada no bairro, virando à direita e entrando na Rua Quirino Simões, alcançando o Largo do Machadinho, a Rua José Bonifácio e inúmeras outras ruas menores, vielas e servidões que emendam, na parte alta direita com a comunidade da Pedreira.
Essa é a Granja proletária, comunitária e solidária capitaneada pela AMAGG. Essa é a Granja que se movimenta, que conversa de igual para igual com o Poder Público, que atrai a imprensa para seus problemas corriqueiros ou para grandes ações municipais como as necessárias reformas do Mirante e do Lago Iacy.
Essa é a Granja do Seo Armindo, do Fernando, do Léo, do Magal, da Jack, do Chileno, do Projeto Social Lutando Pelo Bem, do time do União Futebol Clube e de centenas e centenas de pessoas humildes e trabalhadoras que fazem a diferença. É a granja também de forasteiros como a Carmem, o Plínio, o Wanderley, o Rubinho, o Luciano, e tantos outros entusiastas do trabalho coletivo da AMAGG. Essa Granja funciona, e como funciona!
A “outra” Granja você acessa virando à esquerda, logo após o pórtico de entrada no bairro, alcançando a Estrada do Araken e inúmeras ruas que sobem em direção ao que o mercado imobiliário classifica de “Granja Guarani Nobre”.
Pois é, nessa “outra” Granja, residem qualificados profissionais liberais, empresários locais e veranistas, grandes comerciantes, artistas renomados, enfim, pessoas bem posicionadas economicamente que não costumam olhar a coluna direita do cardápio quando saem para jantar no restaurante.
É a vocês “nobres” vizinhos que nos dirigimos agora. Estamos formalmente lhes convidando para virarem à direita na próxima vez que transporem o pórtico de entrada da Granja Guarani. Venham conhecer essa atuante Granja Guarani que mexe com os brios de vereadores, prefeito e deputados. Venham conhecer essa atuante Granja Guarani que só dobra os joelhos perante o altar de suas Igrejas. Venham conhecer essa atuante Granja Guarani que desloca imprensa e se mobiliza para resolver problemas inclusive da sua Granja “nobre”. Venham conhecer o trabalhar junto, o se solidarizar com o próximo. Venham conhecer o verdadeiro fazer e acontecer. Nós precisamos de vocês tanto quanto vocês precisam do nosso braço forte para a reforma de suas casas ou para cuidar do seu jardim.
Com vocês seremos ainda mais fortes e as duas Granjas irão ganhar. Hoje, só nos ganhamos. Venha experimentar o real sabor da vitória. A deliciosa pizza sem economia de recheio do Fernando e a cerveja geladinha no Bar do Kiko é por nossa conta. Estamos à sua espera. Um abraço a todos!   
Cesar Rodrigues
Jornalista-Colaborador da AMAGG

7 comentários:

  1. ARMINDO COELHO PRESIDENTE DA AMAGG19.5.13

    Essas é o pensamento e as palavras que sempre pensei e nunca consegui concretizar, não achava as palavras, coordenar os pensamentos, mas dentro do coração, era isto. Quando o autor compos a música cantada pelo Roberto Carlos, foi extremamente feliz, esse cara sou eu, e para nós da AMAGG, o CARA é o CESAR, o LEO, o MAGAL, a CARMEM, o PLINIO, O WANDERLEY, o RUBINHO, o LUCIANO, o MAURILIO, o RICARDO e outros, que fazem da GRANJA GUARANI um sonho realizavél, um bairro onde mesmo tendo uma distorção enorme entre os moradores, mas, divinamente moravél, agora temos mais um AMIGO fora dos limites de Teresopolis, o deputado EDSON ALBERTASSI, que esta reconhecendo a união e o trabalho da AMAGG. OBRIGADO DE CORAÇÃO DEPUTADO, mesmo longe esta reconhecendo o trabalho e a união de vários amigos, por um ideal.

    ResponderExcluir
  2. Cesar Rodrigues eu tenho orgulho de ser seu amigo!

    ResponderExcluir
  3. Fernando Mello19.5.13

    Excelente texto, conciso, claro e bem escrito. Estivemos juntos no evento da Cultura na luta pela recuperação do Mirante e espero que as palavras desse texto possam conseguir o seu intento. Grande abraço a todos vocês.

    ResponderExcluir
  4. Doutor Alanito Soares19.5.13

    Alanito Soares Esse suor eu vi de perto e pra ele lanço os meus aplausos.
    Deixo um abraço saudoso aos amados amigos que há tempos não vejo.
    Quem sabe essa pizza e essa cerveja, de Fernando e Kiko, podem nos reunir num grande sorriso de reencontro!

    ResponderExcluir
  5. Leonardo Calazans Fernando Mello este texto foi escrito pelo Cesar Rodrigues jornalista que reside em São Sebastião SP,que mesmo de tão longe se preocupa com nossa luta e por toda Teresópolis!

    ResponderExcluir
  6. ARMINDO COELHO PRESIDENTE DA AMAGG20.5.13

    Dr. ALAN você (desculpe a intimidade) pelo tempo que passou na GRANJA GUARANI deixou história e saudades, pelo seu carinho, seu interesse, e principalmente pela capacidade como médico, sempre que alguém fala no postinho lembra saudosamente do DR. ALLAN e Dra. REGINA, pessoas que mostraram não só o serviço médico, mas principalmente o carinho e há atenção pricipalmente com os mais idosos. SAUDADES.

    ResponderExcluir
  7. Não se esqueçam que o lado nobre da Granja Guarani não tem 3 linhas de ônibus e apenas o lixo " Pedreira " que demora horas para dar as caras, o asfalto tá um porcaria geral, não temos iluminação em grande parte da estrada do Araken, apesar de pagarmos uma absurda contribuição pública e não pertenço a elite, sou trabalhadora como muitos da parte baixa da Granja. É muito fácil falar quando estamos perto do ano de eleição. E sem comentar o chiqueiro que são as ruas cheias de matos. A Ampla cortou os galhos das árvores e deixou tudo em minha calçada, enquanto nas ruas aonde os turistas passam foram todos removidos. Vcs deveriam se preocupar com coisas importantes ao invés de se preocupar com o lago. Dane-se o lago !!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir