segunda-feira, agosto 30, 2010

União Futebol Clube da Granja Guarani



Ser um jogador de futebol famoso, ajudar a família e prosperar fazendo o que gosta. Este é o sonho de dez entre dez crianças do mundo inteiro. A realidade dos meninos e meninas do Bairro Granja Guarany não é diferente. Junto deles, um senhor de 75 anos apaixonado pelos pequenos. Alfredo Jara, o Chileno, como é mais conhecido na localidade que o adotou, trabalha com crianças carentes há 35 anos. Sempre ensinando o esporte bretão que aprendeu ainda garoto no Chile (e chegou até a treinar no famoso clube Unión Española da primeira divisão). Chileno mostra-se empolgado, apesar das condições pra lá de precárias do seu lugar de “trabalho”: “Aqui todos nós trabalhamos. Eu e os garotos tiramos os galhos que invadem o campinho para podermos treinar melhor”, anima-se o “professor”, mostrando o campo de terra humilde onde centenas de garotos já aprenderam a arte do futebol.
Quadra de esportes, uma necessidade
Com o trabalho em uma comunidade tão numerosa e carente de atividades, Alfredo Jara chama a atenção das autoridades para a necessidade de uma humilde quadra de esportes, como forma até de desviar a atenção das crianças e pré-adolescentes das coisas erradas. “Se eu tivesse uma quadra aqui na Granja Guarany, as crianças já estariam na quadra desde muito pequenos e eu iria sincronizar os horários da escola com os do futebol, buscando uma educação completa para as crianças”, informa Seu Alfredo, para depois completar “Hoje em dia tenho que levar as crianças na Praça do Alto e é muito difícil porque eu não posso levá-los o dia inteiro, apenas à noite e isso é muito complicado”, lamenta o professor que tem esperança de que um dia as autoridades competentes venham a atender a esta carência no bairro. Enquanto isso o Diário entra nesta campanha e disponibiliza o telefone do Seu Alfredo. Se você quiser ajudá-lo nesta missão nobre, basta ligar para 3642-0433. O sorriso de uma criança carente não tem preço. Ajude, participe.Claudio Tatu

Nenhum comentário:

Postar um comentário