sexta-feira, maio 21, 2010

Mais abandono agora na Rua Gonçalves Ledo‏


Essa rua tem essa sina. Todo mundo cai, chovendo ou não. Muita gente que passa por aqui também sofre com isso. Se você bobear, você cai”. Essa é a declaração da moradora Leila Barbosa, que mora na rua Gonçalves Ledo, na Granja Guarani, há 56 anos. A reclamação dela – e de muitos outros moradores do local – não é apenas quanto ao calçamento, mas pela falta de iluminação, uma vez que os postes existem, mas braços de luz, não.

A via é composta por lajotas que, apesar de bonitas, são pouco práticas e extremamente perigosas, como confirma a moradora Maria de Lourdes Barbosa. Mal colocadas, elas provocam tropeços e tombos nos moradores e transeuntes, além de dificultarem o tráfego de veículos. “Eu já caí aqui e quebrei o fêmur. Na época, fiquei 6 meses sem colocar o pé no chão, e os prefeitos não fazem nada, só prometem. Hoje, tenho dificuldade ao descer a rua, independente do tempo, porque a rua é um perigo. Nós já reclamamos muitas vezes, fizemos abaixo assinado mas nada foi feito, e muitas pessoas continuam caindo”, garantiu. Sua irmã, Leila, mora na Gonçalves Ledo há 56 anos e confirma que o problema é uma sina. “A minha mãe caiu aqui, ela tinha 80 anos, não pôde operar, e morreu com o bracinho torto porque não pôde consertar pela sua idade. E eu sempre escorrego aqui, uma vez estava recém operada e escorreguei, quase caí”, reclamou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário